sexta-feira, 15 de junho de 2007

Perdão meu bem

Cheguei tarde eu sei
É que
O pneu furou
Minha avó morreu
O disquete falhou
A ponte caiu
A lua explodiu, Tornando-se sol
E não deu tempo de chegar antes do amanhecer
Pra você
Ter-me em seus braços
mesmo que apenas nas palavras
mesmo que apenas nas palavras
Tudo que eu explicar com desculpas
Eu sei pra você não passarão de pássaros do passado
E cobrará no presente, um presente que fará do passado
Um eterno futuro brilhante
Diante de ti meu bem
Peço-lhe mais créditos
Sei que são caros
Mas acho que ainda os tenho não é mesmo?
Porque quero lhe mostrar
Na frente de todo mundo
Que eu não queria te deixar só
Só foi um descuido
Um distúrbio de amizades
Que um dia você vai entender
Espero que goste.
Que gostem.
Vou gostar
Vou terminar aqui
O exagerado texto
Que combina com meu sentimento
Por você
Amor


Texto antigo meu. Resolvi resgatar alguns.

2 comentários:

Doug disse...

Voce esteve com meu bem?
O que foi que ele falou?
Diga a verdade sim...
Falou em mim?
Ainda gosta de mim?
hein?

O mais chato é saber que quando se vai nada acontece
A estatua não se mexe
O dia anoitece
e as lembranças a gente esquece!
Ou não...

Julia Pedreira disse...

nossa, q poético...
gostei do texto.